7 a 11 Novembro | 2022
São Paulo Expo | SP

E-commerce impulsiona o crescimento do transporte de cargas fracionadas

O modelo faz com que em apenas uma viagem sejam entregues encomendas de diversos segmentos compatíveis, otimizando o tempo de entrega e diminuindo os custos

O sistema de transporte de carga fracionada vem ganhando cada vez mais adeptos, principalmente para que as operações logísticas nos grandes centros urbanos sejam mais ágeis e eficientes. Um exemplo de empresa que está ampliando os investimentos no modelo é a BBM Logística, principalmente para atender o crescimento de vendas online no segmento de casa & construção.

O fracionamento da carga, que que consiste em agrupar diversificados tipos de produtos no mesmo veículo, de maneira organizada com remessas de pequenas quantidades, faz com que em apenas uma viagem sejam entregues encomendas de diversos segmentos compatíveis, otimizando o tempo de entrega e diminuindo os custos.

“A ampliação do investimento nesse modelo vem no momento em que observamos maior demanda nos pedidos desse segmento. Com isso, o transporte de carga fracionada se torna ideal para cobrir as necessidades dos clientes, inclusive por permitir a operação em perímetros urbanos em que veículos de cargas de grandes dimensões podem ser proibidos de circular, ou não possuem condições para isso.”, salienta Jorcei Chiochetta, diretor de Carga Fracionada da BBM Logística.

E-commerce

O crescimento do e-commerce durante a pandemia também está influenciando o crescimento do transporte fracionado. Com o fechamento de lojas físicas no início da pandemia de Covid-19, clientes passaram a realizar suas compras online, optando pela facilidade e agilidade de escolher os produtos sem precisar sair de casa, realizando compras desde alimentos até a escolha de móveis.

Nesta linha, o setor de Casa e Construção foi um dos segmentos que apresentou grande crescimento durante o período, com compras via e-commerce, ainda sendo considerado um reflexo do período de isolamento, em que muitas pessoas investiram em melhorias em casa com reformas e projetos de DIY (Do It Yourself- Faça você mesmo). De acordo com indicadores da pesquisa Mastercard SpendingPulse, realizada em 2020, o e-commerce representou 11% das vendas do varejo e o departamento de Casa e Construção.

Quando se trata de compras via e-commerce, um dos pontos que requerem atenção é o operador logístico que irá realizar as entregas do produto. A escolha do fornecedor mais adequado é um dos requisitos cruciais que diferem uma compra bem sucedida de um feedback negativo para o vendedor, uma vez que o manuseio incorreto de materiais frágeis pode resultar na má experiência do cliente final e consequentemente um prejuízo maior.

Nesse sentido, o setor enfrenta alguns desafios no transporte desse tipo de carga como: utilização da embalagem adequada, organização e ventilação do veículo, prazo de entrega e o cuidado com extravio de encomendas. Além desses tópicos, é imprescindível observar os diversos processos envolvidos no transporte, sendo os principais: a atenção ao tipo de veículo que será utilizado, observando a melhor opção, rastreio de mercadorias, gestão de riscos, monitoramento do frete e o seguro garantido para todas as cargas.